Colesterol contra ataque cardíaco

Um estudo recente mostrou que aumentar os nívels de HDL, o colesterol bom, pode diminuir o risco de ataques cardíacos e derrames cerebrais em pacientes com diabetes.

O estudo foi feito com base em expedientes médicos de mais de 30 mil pacientes diabéticos e constatou que aqueles com níveis mais baixos de HDL sofreram mais infartos e derrames que os demais.

Pacientes com diabetes foram o foco do estudo por serem mais propensos a sofrer derrames cerebrais e ataques cardíacos que o restante da população (quase 87% a mais que o restante da população), segundo o projeto Framingham (2008) da Universidade de Boston.

A relação entre o LDL, colesterol ‘ruim’, e ataques cardíacos já é bem conhecida, mas a relação dos níveis de HDL a doenças do coração ainda é desconhecida.

De acordo com o estudo, 61% dos pacientes não apresentaram mudanças significativas nos níveis de HDL, 22% apresentaram um aumento e 11% uma diminuição.

Os pacientes foram acompanhados durante 8 anos, para constatar se foram hospitalizados por ataques cardíacos ou derrame cerebral. Os pacientes que tiveram aumento dos níveis de HDL tiveram 8% menos dessas duas doenças em relação aos que permaneceram com os níveis estáveis. Já os pacientes com diminuição dos níveis de HDL tiveram 11% mais ataques cardíacos e/ou derrames.

Como o estudo era de observação os pesquisadores não intervieram para alterar os níveis de HDL dos pacientes.

 

Os comentários estão fechados para este post.